Capa  |  Memória  |  Estatuto (PDF)  |  Diretoria  |  Oficinas de sócios  |  Notícias  |  Fotos  | Sócios  |  Associe-se       

Notícias

Cíntia Moscovich é a patrona da Feira do Livro de Venâncio Aires

AGES - Associação Gaúcha de Escritores

A gaúcha Cíntia Moscovich (foto) é escritora, jornalista, professora, roteirista, pesquisadora e mestre em Teoria Literária e ministrante de oficinas literárias.

A 19ª Feira do Livro de Venâncio Aires já tem sua patrona. A escritora Cíntia Moscovich foi a escolhida, conforme anúncio realizado durante o Sarau Cultural de 127 anos do Município. Promovida pela Administração Municipal através das Secretarias de Cultura e Esportes e de Educação e a Agência local do Serviço Social do Comércio (SESC – RS), a feira acontece de 30 de agosto a 2 de setembro no Parque do Chimarrão.

Na presença do prefeito Giovane Wickert e dos secretários municipais Saul Zart e Joice Gassen, o anúncio foi feito pela gerente local do SESC-RS Diane Lacerda Araújo. “Depois de vários anos homenageando escritores homens, neste ano foi escolhida entre toda a equipe de organização uma Patrona, que é uma escritora e jornalista brasileira, mestre em Teoria Literária e ministrante de oficinas literárias, roteirista, professora, pesquisadora com publicações nacionais e internacionais em mais de dez países”, anunciou.

A gaúcha Cíntia Moscovich nasceu em Porto Alegre, é escritora, jornalista, professora, roteirista, pesquisadora e mestre em Teoria Literária e ministrante de oficinas literárias. Cíntia conquistou o primeiro lugar no Concurso de Contos Guimarães Rosa, da Radio France Internationale, de Paris, ao qual concorreu com mais de mil e cem outros escritores de língua portuguesa. Em 1996, a autora publicou sua primeira obra individual, Reino das Cebolas, que mereceu a indicação ao Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro. Em 1998, lançou a novela Duas iguais, que recebeu o Prêmio Açorianos de Literatura, na modalidade de Narrativa Longa, em 1999.

Em outubro de 2000, lançou o livro de contos Anotações durante o incêndio, que reúne onze textos de temáticas diversas, merecendo outra vez o Prêmio Açorianos de Literatura. Em setembro de 2004, lançou Arquitetura do arco-íris, reunião de contos, e que mereceu o terceiro lugar na categoria de contos e crônicas do Prêmio Jabuti de Literatura, além de ser uma das dez finalistas ao Prêmio Portugal Telecom de Literatura Brasileira, e uma das três finalistas à primeira edição do Prêmio Bravo! Prime de Cultura de 2005.

Ex-diretora do Instituto Estadual do Livro, órgão da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul, Cíntia trabalhou como editora de livros do jornal Zero Hora, além de colaborar para jornais e revistas de todo o Brasil. Em 2016 foi eleita patrona da 62ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre.

 

Fonte: Prefeitura de Venâncio Aires (RS)


Site elaborado pela metamorfose agência digital - sites para escritores