Capa  |  Memória  |  Estatuto (PDF)  |  Diretoria  |  Oficinas de sócios  |  Notícias  |  Fotos  | Sócios  |  Associe-se       

Notícias

Adeus ao Sergio Napp: sócio-fundador da AGES faleceu ontem

AGES - Associação Gaúcha de Escritores

O velório será realizado na Capela B do cemitério São Miguel e Almas, enquanto a cerimônia de cremação será às 17h.

No texto de Oscar Bessi Filho, nossa homenagem. 

Sergio Naap, sócio fundador da Associação Gaúcha de Escritores (AGES) e frequentador assíduo e ativo em todos os eventos da associação, faleceu nesta quinta-feira, 28 de maio de 2015, por volta das 22h, aos 75 anos. Vítima de uma parada cardiorrespiratória, ele estava internado há dois meses no Hospital Moinhos de Vento. Engenheiro e professor universitário, era natural de Giruá/RS. Ficou conhecido por canções clássicas do regionalismo gaúcho, como Canto Livre, composta em parceria com Fernando Cardoso e Jair Kobe, e Desgarrados, com Mário Barbará. Napp ficou conhecido por canções clássicas do regionalismo gaúcho, como Canto Livre, composta em parceria com Fernando Cardoso e Jair Kobe, e Desgarrados, com Mário Barbará, vencedoras de festivais nativistas nos anos 1980. Desgarrados faturou a Calhandra de Ouro na Califórnia da Canção Nativa, em 1981, e foi regravada dezenas de vezes, inclusive na Alemanha. Canto Livre acabou originando o grupo vocal homônimo, lançado com o disco de mesmo nome, também de 1981. Durante toda a década de 1980, Sergio Napp recebeu prêmios em diversos eventos da chamada era de ouro dos festivais no Rio Grande do Sul. Atuando com os parceiros de Desgarrados e Canto Livre, compôs Campesina, Recuerdos, Morada e Esse Gaiteiro, entre outras. Com Marco Aurélio Vasconcellos, assinou Punhais de Valentia, com Edson Vieira e Cláudio Amaro, O Grito e Paisagem (vencedora da Tertúlia da Canção Nativista, de Santa Maria, em 1986). Em 1987, Napp assumiu a direção do então incipiente projeto da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), participando do projeto de recuperação do Hotel Majestic, onde o centro cultural seria inaugurado nos anos seguintes. São dele também as canções Meus Olhos, gravada por Elis Regina, Pequeno Sol, por Hebe Camargo, e Tempo de Partir, por Clara Nunes e Walter Matesco. Ele dirigiria a CCMQ em duas outras oportunidades, em 1997 e 2003. Ao longo desse período, destacou-se com a publicação de romances como Jogo de Circunstâncias e Pássaro dos Dias de Verão, ambos pela editora Tchê, livros de poesia, como Memórias das Águas (IEL) e Caixa de Guardados (Travessa dos Editores), e volumes infantojuvenis, a exemplo de A Gangue dos Livros (WS Editor). Algumas de suas centenas de canções estão reunidas nos discos Claridade, com músicas de temática urbana, e Mala de Garupa, este voltado aos temas regionalistas. Está presente em diversos outros registros, como Angela Jobim Canta Sergio Napp (álbum de 2008), Frente&Verso (parceria com Sérgio Souto),Signos (com Luciah Helena) e Vivências (com Geraldo Flach e Victor Hugo, atual secretário de Estado da Cultura).Autor de diversos livros de sucesso, Napp foi colunista de Zero Hora e seu último texto publicado na coluna Pampianas, no Segundo Caderno, foi Rádio de Pilha, em 7 de fevereiro deste ano. Seu último livro foi No Cafundó das Estrelas, de poesia infantojuvenil, que saiu em 2013 com o selo da editora Paulinas. Sergio Napp deixa a mulher, Loreta, e dois filhos, André e Eduardo.
Em sua página, no facebook, após sua morte estava a seguinte mensagem, emocionante por ter seu exato jeito brincalhão e poético:
"Tanto me provocou que aceitei seu convite. Na pressa deixei o Amor incondicional da minha Amada Amante, o afago constante dos meus dois Marginais e o carinho dos meus Familiares e Amigos (e inimigos!) queridos. Mas levo comigo a saudade e o brilho dos sorrisos de minhas netas pra me fazer companhia. Pra quem quiser dizer adeus estarei de partida (contra vontade, é claro!) nesta sexta, até as 17h, no São Miguel e Almas. Algodão"

(fontes: Jornal ZH, páginas do autor Sergio Napp)

 


Site elaborado pela metamorfose agência digital - sites para escritores