Capa  |  Memória  |  Estatuto (PDF)  |  Diretoria  |  Oficinas de sócios  |  Notícias  |  Fotos  | Sócios  |  Associe-se       

Notícias

AGES convida para Livraço em defesa do ‘Adote’ neste sábado, dia 18

AGES - Associação Gaúcha de Escritores

Ato será realizado a partir das 18 horas, na 63a Feira do Livro de Porto Alegre

Um Livraço será realizado neste sábado, dia 18, a partir das 18 horas, na 63a Feira do Livro de Porto Alegre. O ato integra as mobilizações pela manutenção integral do programa municipal de leitura Adote um Escritor e será promovido, conjuntamente, pela Frente Parlamentar de Incentivo à Leitura, Associação Gaúcha de Escritores (AGES), Câmara Rio-grandense do Livro, Clube dos Editores, Associação dos Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (AEILIJ) e Movimento "Sou Adote".

O Adote um Escritor foi criado em 2002, numa parceria entre a Câmara Rio-Grandense do Livro e a Secretaria Municipal de Educação (Smed) da Prefeitura de Porto Alegre. O programa, que vem sendo desenvolvido com sucesso há 16 anos na Capital e se consagrou como uma referência nacional em políticas públicas de incentivo à leitura, está ameaçado de ser extinto ou ter seu formato original descaracterizado a partir deste ano, por decisão do prefeito Nelson Marchezan Junior. Mais de 75% dos seus recursos foram suspensos, inviabilizando a compra de livros para as escolas dos autores adotados e limitando a realização de diversas atividades, como a visitação escolar durante a 63ª Feira do Livro de Porto Alegre.

Além das manifestações em prol do Adote, a atividade envolverá também a leitura de livros e depoimentos. Os participantes podem levar seus livros preferidos para leitura durante o Livraço.

Sou Adote

A AGES também está engajada à campanha #SouAdote, pela manutenção do programa. Manifeste seu apoio acessando a página:

http://goo.gl/roZXEc

Programa Adote um Escritor

O Programa de Leitura Adote um Escritor objetiva articular a leitura e o trabalho transdisciplinar de obras literárias, constituindo-se na política de leitura da Secretaria Municipal de Educação. Destina-se às escolas da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre, incluindo Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos. O Programa conta com dotação orçamentária própria da Prefeitura de Porto Alegre, sendo a verba encaminhada diretamente às escolas, para que possam adquirir obras literárias que passam a compor suas bibliotecas escolares.

Dentre as ações do Programa está aquisição de obras literárias de autores (escritores e/ou ilustradores) do Rio Grande do Sul e de todo o Brasil. Para o pleno desenvolvimento do Programa, a Smed mantém assessoria pedagógica constante às escolas, para que as mesmas apropriem-se amplamente da obra de um autor, o qual é escolhido coletivamente pela escola. Posteriormente, o autor realiza uma visita à escola, objetivando um contato mais próximo com toda comunidade escolar. Como complemento ao Programa, são realizadas visitas à Feira do Livro de Porto Alegre.

Em sua primeira edição, sob a coordenação da professora Angela da Rocha Rolla, o projeto-piloto foi desenvolvido em​ ​dez escolas.​ ​O projeto previa o repasse de verba às escolas para a aquisição de obras literárias do escritor escolhido e, após a leitura e a realização de atividades​ ​pedagógicas relacionadas aos livros, ocorria a visita do escritor adotado. Nos anos seguintes, devido ao sucesso da iniciativa, ampliou-se o interesse das escolas e hoje 100% da​ ​rede​ ​municipal de ensino​ ​participa do Programa.

A Câmara Rio-Grandense do Livro​ ​oferece uma lista de nomes de autores disponíveis para adoção.​ ​A cada ano, mais autores manifestam interesse em participar deste Programa, que é reconhecido como uma das melhores iniciativas de incentivo à leitura no país. Desde a sua criação, mais de​ ​200 escritores e ilustradores já participaram do Adote um Escritor.

Em 2015,​ ​​69 escritores​ ​participaram de 132 encontros, com o envolvimento de​ ​13.292 estudantes. Mais de 5.000 alunos visitaram a 61ª Feira do Livro de Porto Alegre. Estiveram nas ações ligadas ao programa 1.140 educadores e 489 funcionários de escolas.

Uma iniciativa originada no programa foi o Porto Leitura Alegre, conhecido como PLA, que já conta com duas edições. Os grupos de contadores de histórias formados nas nossas escolas têm a oportunidade de apresentar suas performances e receberem o carinho e reconhecimento do público presente na Feira do Livro de Porto Alegre. O PLA acontece em ​um​ dia da programação infantojuvenil da Feira no Teatro Carlos Urbim (antigo Teatro Sancho Pança).

 


Site elaborado pela metamorfose agência digital - sites para escritores