ARI HECK

Biografia

ARI ANTONIO HECK – Vítima da poliomielite (paralisia infantil) aos 14 meses de idade, ficou até os 15 anos em cadeira-de-rodas. Após cirurgia passa a caminhar com o auxílio de duas muletas até o ano de 2013, quando em função da Síndrome Pós-Poliomielite passa a utilizar novamente a cadeira-de-rodas. Estudou e formou-se em Direito. Iniciou em 1988 na luta pelos Direitos Humanos das pessoas portadoras de deficiência, por ocasião da criação e estruturação da Associação Ijuiense de Deficientes (AIDEF), primeira entidade do gênero na Região Noroeste do Estado do RS. Em 1991 organizou um livro de poemas, crônicas e anotações sobre a juventude abordando a deficiência na juventude. O QUE É SER JOVEM? vendeu dois mil exemplares em menos de um ano e traz poemas e crônicas voltados para as pessoas portadoras de deficiência.
Em 2004 lançou o livro POEMAS SEM PRECONCEITOS pela Editora Alcance de Porto Alegre, onde através da poesia tenta combater os inúmeros preconceitos sofridos pelos deficientes. Efetuou o lançamento do livro em Maceió-AL, Porto Alegre, Carlos Barbosa, Novo Hamburgo, Triunfo, Crissiumal, Caxias do Sul, Boa Vista do Buricá, Catuípe e outras. Na oportunidade Ari proferiu palestra para alunos, jovens e adultos sobre a trajetória de luta das pessoas portadoras de deficiência. Foram mais de cinco mil pessoas que ouviram a palestra. Em 2007 é reeditado na segunda edição revisada e ampliada e que inclusive foi sugerido no quadro Vitrine do Domingão do Faustão pelo apresentador Fausto Silva. No final de 2005 lançou o livro ARI HECK – a trajetória de um lutador. O livro resume os dois mandatos de vereador na cidade de Ijuí-RS contendo 62 projetos, anteprojetos e projetos de resoluções que na sua grande maioria tratam da inclusão das pessoas portadoras de deficiência. Além disso, o manual para parlamentares ensina como fazer um mandato popular e como criar Associação de Deficientes. O livro além de ter sido uma promessa de campanha na primeira eleição, promete ser um verdadeiro manual para os vereadores que querem desenvolver um mandato diferente. Ari objetivou levar um exemplar para cada um dos quase quinhentos municípios do RS, somente em 2006 já levou para mais de 30 municípios.
Na 52ª Feira do Livro de Porto Alegre-RS, lançou o primeiro livro infantil – PÉ NA ESTRADA: uma aventura sem limites -, que trata a situação de um pai PPD com filhos não ppd's. Ari relata através de uma história sensacional como proporcionar momentos de alegria para os filhos ditos normais quando se tem limitações. Através do livro infantil, busca manter a pureza das crianças que não são preconceituosas. Além disso, a obra promete ser um sucesso porque acompanha o livrinho colorido uma cartela com adesivos abordando a causa da inclusão social. O livro concorreu ao PRÊMIO JABUTI 2007 pela Câmara Brasileira do Livro e ao prêmio LIVRO DO ANO pela Associação Gaúcha de Escritores.
Ari escreve artigos para jornais, revistas e sites sobre PPD’s e no início deste mês um dos seus artigos figurou durante duas semanas como o artigo mais visitados no site da Revista Sentidos. Tem coluna semanal no jornal Sentinela do Jacuí de Triunfo e coluna diária no site da Rádio Viva.Em 2018, por ocasião da 64ª Feira do Livro de Porto Alegre, lançou sua quinta obra: Arizinho – Um jogador muito especial pela Editora Imprensa Livre. O livro está concorrendo a diversos prêmios como da Associação Gaúcha de Escritores, Instituto Estadual do Livro e Academia Rio-Grandense de Letras. Ari Antonio Heck é casado com Rosalete Dressler Heck e é pai de três filhos: Tiago (30 anos), Mateus (21 anos, poeta com dois livros publicados) e Ana Júlia (15 anos).


E-mail : escritorariheck@terra.com.br

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

LIVROS

Show More

TEXTOS E NOTÍCIAS PUBLICADOS