• AGES

Associação Gaúcha de Escritores Anuncia Os Vencedores do Prêmio AGES - Livro do Ano 2019

Atualizado: 18 de Out de 2019

O livro mais votado pelos associados da AGES foi “Escrita criativa para iniciantes”, de Marcelo Spalding, vencedor também da categoria não-ficção


Foto: Luís Ventura

A Associação Gaúcha de Escritores anunciou os vencedores da 17ª edição do Prêmio AGES – Livro do Ano. O escritor Marcelo Spalding, autor de “Escrita criativa para iniciantes”, da editora Metamorfose, foi o livro mais votado pelos associados da entidade, recebendo o troféu Prêmio AGES – Livro do Ano 2019.

Os escritores premiados receberam um troféu criado pela artista plástica Lília Manfrói. Nas oito categorias concorrente ao Prêmio AGES, os escritores associados à entidade escolheram, em votação encerrada no dia 5 de agosto, os seguintes livros e autores como vencedores do Livro do Ano 2019.


Categoria infantil: “Uma casa para dez”, Caio Riter, Editora do Brasil.

Categoria especial: “Lendas do Sul”, Simões Lopes Neto/ Paula Mastroberti ORG: IEL , Editora da UFRGS.

Não-ficção: “Escrita criativa para iniciantes”, Marcelo Spalding, Editora Metamorfose.

Narrativa curta: “Verão no fim do mundo”, Luís Augusto Farinatti, Editora Modelo de Nuvem

Narrativa longa: “Estela sem Deus”, Jéferson Tenório, Editora Zouk.

Crônica: “Não existe mais dia seguinte”, Vitor Necchi, Editora Taverna

Juvenil: “Horas mortas”, Antônio Schimeneck, Ama Livros.

Poesia: “Segue anexa minha sombra”, Laís Chaffe, Editora Bestiário/Class.


A noite de premiação foi conduzida pela vice-presidente social da AGES, Leila Pereira, e pela vice-presidente administrativa, Léla Mayer, iniciando-se com uma homenagem aos autores e aos livros da literatura rio-grandense e, principalmente, “às mulheres que, ao longo da história, criaram e difundiram culturas e saberes”.

A cerimônia foi aberta pelo presidente da AGES, o escritor Alexandre Brito, que emocionou os presentes, com poemas-paródias que abordaram o momento vivido pelo país e a situação dos escritores neste contexto.

Após um relato das principais atividades e campanhas promovidas pela AGES neste ano e futuras realizações, seguiram-se uma homenagem in memorian à escritora Maria Dinorah, uma das precursoras na criação e divulgação da literatura infantil no Estado, além de ter sido a primeira mulher a ocupar o posto de patrono da Feira do Livro de Porto Alegre, em 1989. Carmen Prado, diretora administrativa do Instituto Maria Dinorah e filha de Maria Dinorah, recebeu, pelas mãos da vice-presidente cultural da AGES, Gláucia de Souza, o diploma de diploma de Sócia Honorífica da AGES, concedido à Maria Dinorah. Também foi homenageado o escritor Caio Riter, por sua atuação no cenário literário gaúcho e que, este ano, completou 25 anos de dedicação à literatura. Caio Riter foi homenageado com a “Pena Literária AGES - 2019”, prêmio criado pela atual diretoria da AGES.


Foto: Luis Ventura

Apresentações de trechos do espetáculo “Cunhãs”, pelo coletivo teatral Panapaná e de poemas de diversos autores, pela poeta Ana dos Santos, criaram um clima de densidade poética, em que estiveram presentes alusões ao momento vivido pelo país, emocionando os convidados durante a cerimônia.




SOBRE O PRÊMIO AGES – LIVRO DO ANO

Criado em 2003, o prêmio é uma escolha de escritores para escritores em que todo o livro publicado no ano anterior à edição do prêmio pode ser indicado. Após a indicação dos finalistas por um júri técnico, os sócios em dia com suas obrigações estatutárias escolhem os vencedores em cada uma das sete categorias: narrativa longa, narrativa curta, crônica, poesia, literatura juvenil, literatura infantil e não-ficção. O prêmio para o livro mais votado foi criado a partir da 13ª edição em 2015, quando a obra vencedora foi “Tomo conta do mundo”, de Diana Corso.

Nesta 17ª edição, mais de 150 obras foram inscritas para o Prêmio AGES - Livro do Ano 2019. O júri da primeira etapa, que analisou os livros homologados e indicou os finalistas, foi composto por Ana Paula Cecato, Angela Rolla, Cristine Zancani, Isadora Dutra e Noia Kern. No segundo momento, em que a votação é feita pelos associados da AGES neste ano houve uma inovação. Os votos foram registrados digitalmente, diretamente no novo site da AGES.

833 visualizações