Cultura Quilombola e Diálogos Sustentáveis

Atualizado: 16 de Dez de 2019

Articular as questões relacionadas ao meio ambiente com a ideia de espaço produzida na cultura quilombola foi o tema abordado pelo escritor Jorge Amaro dentro da programação da 34ª Feira do Livro de Osório (RS).


Além de participar da Tertúlia "Cultura quilombola e diálogos sustentáveis", mediada pela Professora da UFRGS (Câmpus Litoral) Rejane Schaefer Kalsing que foi seguida de Lançamento e sessão de autógrafos do livro: Política da pessoa com deficiência no Brasil: percorrendo o labirinto.


A atividade fez parte do Novembro Negro do litoral e contou ainda com a pós-doutora Eliane Almeida de Souza.


Para Jorge Amaro "O lugar de escritor é na Feira e estar aqui é um grande privilégio sempre, especialmente,em espaços que possibilitem reflexões sobre temas tão contemporâneos. Quando escrevemos, estamos expressando não somente percepções pessoais, mas a construção de tudo que somos, portanto, cada palavra é fruto de um construção histórica e coletiva."


A 34ª Feira do Livro de Osório ocorreu no período de 25 a 30 de novembro no Largo dos Estudantes Sônia Chemale. A comercialização de livros ocorreu em 14 bancas com opções de leitura para toda a família. Paralelamente muitas atrações envolveram o público com apresentações culturais, roda de conversa, bate-papo, lançamento de livros, sessão de autógrafos, música, teatro, programação permanente com exposições e demais atividades. O patrono desta edição da feira foi o escritor Anderson Alves (Delalves Costa), a homenageada Cristina Maria de Oliveira e a xerife Estela Silva.

A 34ª Feira do Livro de Osório foi uma realização da prefeitura municipal através da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Cultura e Juventude, com apoio da Secretaria de Educação/Biblioteca Pública Municipal Fernandes Bastos, Secretaria da Saúde/Atelier Chitacá, UFRGS – Campus Litoral Norte, IFRS – Campus Osório, UERGS, UNICNEC e Espaço Cultural Conceição.






0 visualização